newsletter setembro 2018

alô alô!!

talvez seja melhor apresentar primeiro o projecto!

a demo records ltd. é uma empresa que criei, uma editora discográfica, que sobrevive apenas de donativos para poder publicar compilações mensais de demos.

o grande objectivo deste projecto (mais que um negócio) é perceber a origem da arte.

para concretizar esse objectivo de forma mais plena, tive de definir o que é que exatamente constitui um demo. concluí que é três coisas simultaneamente:

  1. um demo é uma reflexão da vida. apenas no sentido em que a criação vem sempre depois da experiência.

  2. um demo é necessariamente honesto. é este segundo critério que define se um trabalho deve ou não ser partilhado e é, como tal, muito importante.

  3. um demo abraça as limitações do presente. sendo que um demo tem de representar a vida e ser fiel à experiência, descrevendo-a com honestidade e coerência, quaisquer métodos de aperfeiçoamento posteriores ao primeiro registo não são justificáveis. a criação de um demo, é a arte de registar ideias e, portanto, um tipo de arte distinto.

——

vamos então passar ao que se tem passado este mês!

  1. saiu o álbum da belle jar, uma grande amiga minha da suécia!

o álbum chama-se last word of love e é o resultado de mais de um ano de trabalho.

tivemos também a sorte de ter textos mesmo bonitos sobre o álbum: https://www.nordicmusicreview.com/single-post/2018/09/01/Belle-Jar---Last-Word-of-Love-album

2. no entanto, este mês tenho estado muito mais focada nos futuros lançamentos. o mais premente de todos é o álbum que sai amanhã. chama-se finding demo e é uma compilação dos primeiros demos de alguns artistas que fui conhecendo.

[fd-oct2018][cassette cover_front].jpg

criei ainda outra página escondida para os mais curiosos, a palavra pass é dory.

3. amanhã sai também a entrevista que fiz com o felix, um amigo meu que vai lançar um álbum com a minha label no dia 1 de novembro.

acho que são todas as notícias por agora.

veremos o que sairá no próximo mês :)

.riti.